terça-feira, 25 de agosto de 2009

Estranho Cupido




25/08/2009 - 1h35min.

A menina que enxergava, encantos produzia
Um anjo alternativo, divino poderio desconcertante
Um mágico pensativo, coercivo feitio hipnotizante
A menina que observava, criava poesia

Pra lá de mim estranho cupido
Me deixe, narcísico esnobe amor sentido
Me impeça de loucura, indiciosa missão
Longe de mim ilusionista cega visão

Fadado a desvendar o nebuloso mistério
Esconde-se por deter nefasta insana voluptuosidade
Sujeito platônico apaixonado, crente, pede piedade

Estranho cupido arqueiro impiedoso, força enlaçante
Preso nas celas do sentimentalismo cognoscível
Fazes-me existir em ti donzela intrigante



Autor: Maico Fernando Costa

Um comentário:

Pedro Garcia Millan disse...

ALERTA!

La estafa automotriz mas grande en el territorio Mexicano…

Para MAS informacion pinche:

http://expoauto.blogspot.com/

Gracias